sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Tac-Tic


O tempo está ao contrário. Ao contrário não em relação a ele mesmo, mas em relação a certos seres pensantes. Aquele tempo, o qual se pode cronometrar no visor de um relógio, fora criado para favorecer o homem. Atualmente, o homem é quem se cria a favor dele. De fato, o problema não está no visor digital ou de ponteiros, mas sim naquele ser que o carrega.

Causador de grande estresse e do aumento de psicólogos no mundo, o tempo hoje em dia tornou-se um certo martírio. A humanidade passou a ser engolida por ele, isso pelo fato dela tentar ser mais rápida. A quantidade de informações e acontecimentos nas últimas décadas se tornaram gigantes e muito mais aceleradas. A partir do momento em que o homem decidiu seguir tal ritmo ele começou a entrar em colapso.

Tentar domar algo maior e mais poderoso que sim mesmo nunca foi boa ideia. Contudo, os homens também nunca gostaram de seguir regras. Como bons trabalhadores de um mundo sofredor de diária metamorfose, as pessoas de hoje se sobrecarregam com inúmeras tarefas e trabalhos, reclamando depois que o tempo é curto.

O relógio não mudou, a rotação da Terra muito menos. Se o tempo parece impossível de se dominar, é porque as pessoas andam fazendo coisas demais. Ele é sempre o culpado, mas talvez os cérebros é que estejam superlotados de coisas tão úteis, a ponto de não lhes servirem para nada. Esvaziar a mente de vez em quando e diminuir a carga de trabalho sempre fazem bem a seres pensantes. E eles depois dirão o quão maior tornou-se o tempo.

Gabriela Pedroso

Um comentário:

  1. oi, um selinho: http://ninahamsta.blogspot.com/2011/08/selinho.html

    ResponderExcluir